PROGEP realiza Mapeamento das Competências dos servidores

Comprometida com a implantação do modelo de gestão por competência na Universidade Federal do Pará, a Pró-Reitoria de Desenvolvimento e Gestão de Pessoal (Progep), em parceria com o Laboratório de Gestão do Comportamento Organizacional (GestCom), vai realizar a Validação de Competências (pessoais, administrativas e gerenciais) e o Mapeamento das Competências Específicas, no dia 29 de setembro, das 14h às 18h, no prédio da Coordenadoria de Capacitação e Desenvolvimento (Capacit). A ação corresponde ao terceiro ciclo do mapeamento de competências da UFPA. Os interessados em participar devem realizar inscrições pelo link, até o dia 25 de setembro.

O evento é destinado aos servidores da UFPA lotados nas Secretarias Executivas, Secretarias Acadêmicas, Coordenadoria de Planejamento, Gestão e Avaliação (CPGA) e Laboratórios de Informática dos Institutos.

Debate - Segundo o professor da Faculdade de Psicologia e coordenador do GestCom, Aécio Borba, a metodologia que será desenvolvida favorece o debate. “Os servidores examinarão e poderão modificar aquelas competências provenientes dos ciclos anteriores e também propor novas competências que ainda não foram definidas, orientadas pelos pesquisadores do Laboratório e servidores da Progep”, afirma.

Base para o PAC- O professor justifica a importância do trabalho fazendo um resumo das últimas conquistas. “O segundo ciclo, realizado entre o fim do ano passado e o início deste, definiu várias competências importantes para a UFPA e serviu de base para o Plano de Ações de Capacitação (PAC). Nesta etapa, daremos mais um passo para encontrar as competências específicas e abranger o maior número possível de participantes”, afirma o professor.

De acordo com a diretora de Desempenho e Desenvolvimento, Cleide Raiol, este é um trabalho pioneiro, respaldado no Decreto nº 5.707/2006, que institui a Política Nacional de Desenvolvimento de Pessoal (PNDP) no serviço público. “O mapeamento de competência corresponde ao esforço da Universidade em adotar práticas de gestão que priorizem a valorização e o desenvolvimento dos servidores, visando ao alcance dos objetivos da Instituição. O levantamento resultante dele subsidia a tomada de decisões e estimula a Gestão por Competência. Uma das suas contribuições está na melhoria do PAC.”

“A partir da participação direta dos servidores, queremos aprimorar o mapeamento de competências da Universidade e conhecer mais a realidade de cada um. Um bom mapeamento permite melhor análise e planejamento das necessidades da instituição e dos servidores, aprimorando a gestão de pessoas no que diz respeito ao treinamento, à capacitação e à avaliação dos servidores”, garante Aécio.


Texto: Divulgação / Progep
Foto: Reprodução / Google